Nossa proposta

SoLar do Sentir

O MELHOR DA SENSAÇÃO DE UM LAR!

 
Equipe3

UM POUCO DE NOSSA TRAJETÓRIA

“Ser feliz não é viver apenas momentos de alegrias. É ter coragem para enfrentar momentos em que não sentimo-nos bem, tristes ou com raiva, e sabedoria para transformar os problemas em aprendizados.”

 

Essa frase inspirou a criação do Solar do Sentir com sede no Itapoã-DF, que nasceu em agosto de 2017,  e foi instituido em março de 2018. Valorizando e  reconhecendo os sentimento que motivam as ações, e também as necessidades de cada pessoa, a partir da empatia por todos, como elementos fundamentais na consolidação do desenvolvimento comunitário,  desenvolvemos uma aprendizagem significativa em prol da transformação social. Dessa forma, nossa entidade surgiu do compromisso de profissionais da assistência social e educação, famílias e voluntários para garantia do acesso a direitos e vida comunitária , especialmente voltados para proteção da infância nesse território. A comunicação compassiva  e empática tem enraizado todo nosso trabalho na construção de vínculos de cuidado e cooperação, permeando ações criativas, emancipadoras  que garantam a proteção integral ,  o fortalecimento de vínculos de pertencimento e constituição de mecanismos de garantia da dignidade. Percebendo a dura realidade social, que acomete várias famílias, e influencia para que   a região tenha os piores índices de inserção escolar de crianças e adolescentes,decidimos  criar um centro de convivência que impacte na alfabetização de crianças e adolescentes, tão necessária para garantia de seu desenvolvimento integral. A nosso favor  começamos o centro de convivencia cultural a partir de uma experiência acumulada de atuação nesse território desde 2015, que engajou crianças e adolescentes na criação de uma comunidade de aprendizagem. Temos conosco um grupo de beneficiários motivados em desejosos por aprender, compartilhar e viver a esperança dos sonhos possíveis. Nossa equipe,  formada de profissionais de variadas áreas,  está cotidianamente criando e aperfeiçoando mecanismos de gestão para que possamos agir com coerência e efetividade. O trabalho está começamos, e nosso desafio tem sido lidar com recursos limitados ao passo que ofeceremos um serviço de excelência. Atualmente estamos agregando diferentes contribuições para que esse trabalho frutifique, você pode colaborar conosco e tornar tudo mais encantador.  

MISSÃO, VISÃO, VOCAÇÃO  

Missão: Garantir a dignidade de crianças e adolescentes enquanto sujeitos de direitos ajudando-as a desenvolverem seu potencial físico, mental, emocional e criativo.  Visão:
  • Desenvolver e executar e projetos em benefício de crianças e jovens que instituam processos socioeducacionais de garantia de direitos, autonomia e participação de crianças e adolescentes para  a sustentabilidade socioambiental.
Vocação:
  • Projetos de valorização de novas formas de ser, estar e viver em comunidade voltados para crianças e adolescentes pautando-se pela convivência, participação, cidadania e proteção,promoção e defesa da infância
  • Intervenções pautadas em experiências lúdicas, culturais e esportivas como formas de expressão, interação, aprendizagem, sociabilidade e proteção social;
  • Trabalho integrado em redes e ações colaborativas inovadoras
  • Comunicação não violenta como articulador de uma praxis transformadora

NOSSAS AÇÕES

 
Equipe1

TOCAR COM PALAVRAS

Arte-educação para alfabetização de 40 crianças a partir de metodologia de aprendizado sobre comunicação compassiva e experiências lúdicas. Muitas crianças e a adolescentes beneficiadas pelo serviço de convivência e fortalecimento de vínculos encontram-se em situação de defasagem escolar ou com outras dificuldades de inclusão relacionadas à questões comportamentais, psicopedagógicas, familiares e sociais.Algumas ainda que tenham bons rendimentos ainda podem ser estimuladas na continuidade do estudo. Com esse projeto vamos não só alfabetizar e letrar as crianças e adolescentes como também  compartilhar experiências no aprendizado da linguagem da comunicação não violenta. A comunicação não violenta (CNV), tal como Marshall B. Rosenberg propõe, valoriza o aprimoramento dos relacionamentos e conexão entre as pessoas, a partir de uma linguagem comunicativa pautada no entendimento e empatia. Parte da compreensão do que afeta nossa capacidade de sermos compassivos e harmoniosos em nossa convivência e daí sugere formas para estabelecermos o diálogo a partir da observação, reflexão, expressão autêntica e honesta de necessidades e ajuda mútua. Realizamos atividades, 1 vez na semana, presenciais e ofereceremos exercícios a serem realizados em casa diariamente para alfabetização. O trabalho de alfabetização segue proposta pedagógica integrada à oficinas culturais e atividades de lazer. Ao chegarem  ao centro de convivência as crianças e adolescentes  brincam, jogam realizam exercícios de forma criativa e espontânea , a partir de um planejamento mensal construido com todos. Depois servimos um lanche. Ao final realizamos uma roda viva onde questões de convivência sao dialogadas e celebradas. Como elas recebem material pedagógico e sugestão de atividades, ao longo da semana podem, em casa, continuarem os estudos a partir de um plano de acordado com elas e familiares. Atendimentos individuais são realizados para acompanhamento de casos específicos de dificuldade de aprendizagem.
Equipe3

Eventos artísticos culturais

Aos sábados, feriados, e férias escolares realizaremos atividades complementares, abertas à comunidade ,viabilizando o acesso à produção artístico cultural do DF, nas diferentes modalidades e linguagens.

Em 2018, realizamos oficinas culturais de teatro, desenho, “fabrincação” de brinquedos populares e bolhas de sabão gigantes para crianças e adolescentes.

Inauguramos nosso espaço com a primeira folia de carnaval das crianças do Itapoã. O evento foi realizado em parceria com a Horta comunitária do Itapoã e contou com a participação de Martinha do Coco e Tambor Lua Nova.

Equipe2

SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS

O projeto tocar com palavras é nossa primeira ação para consolidação do trabalho no  Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV para crianças de 6 a 15 anos. A medida que formos recebendo apoio, viabilizando infra-estrutura ampliaremos os dias de atendimentos para os 40 beneficiarios do programa Tocar com Palavras. O programa prevê a realização de atividades artísticas de esporte, lazer, cultura e educação, contínuas ao longo de toda semana, no contraturno escolar, oferecimento de alimentação saudável, com uma equipe multidisciplinar atuante.Também prevê atendimento psicossocial  às famílias. TEmos a possibilidade de ampliar o atendimento para 100 crianças. PAra isso precisamos dispor de mais recursos. A proposta é que o SCFV seja oferecido articuladamente como parte das ações de  Proteção Social Básica previstas na Política Nacional de Assistência Social (2004), no território, possuindo um caráter preventivo das violações de direitos e estimulador do fortalecimento da autonomia e participação de seus usuários voltado para fortalecer as relações familiares e comunitárias, além de promover a integração e a troca de experiências entre os participantes, valorizando o sentido de vida coletiva. Atualmente no Itapoã temos oficialmente apenas duas entidades cadastradas no Conselho de Assistencia Social atuando na região, beneficinando poucas das mais de 4000 famílias cadastradas no Cadúnico que o programa deveria envolver. Com a crise social que que vivenciamos atualmente, há uma crescente demanda por esse serviço.     Sua participação é fundamental para que nossa ação se mantenha e amplie!   Você pode ser nosso voluntário, colaborador financeiro e como materiais, e também divulgador de nossas atividades!